Quantidade de Páginas visitadas

SEJA BEM VINDO(A)


Sejam bem vindos ao espaço virtual do Colégio Estadual do Núcleo Residencial Pindorama.




Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa. por isso aprendemos sempre. (Paulo Freire)


 


Beneficiários do Bolsa Família devem comunicar mudança de escola dos filhos

Beneficiários do Bolsa Família devem comunicar mudança de escola dos filhos


15/01/2014 16:41




Famílias cujos filhos tenham mudado de escola em 2014 devem procurar o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou o setor responsável pelo Bolsa Família no município. Registro da alteração permite acompanhamento da frequência escolar


Brasília, 15 – Com o início do ano letivo, as famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família com filhos entre 6 e 17 anos que irão trocar de escola em 2014 devem comunicar a mudança ao setor responsável pelo programa no seu município, que pode ser o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo ou a prefeitura. A comunicação dessas alterações é fundamental para que o acompanhamento da frequência escolar seja feito corretamente e, consequentemente, para a manutenção do benefício.

“Quando um aluno muda de escola e essa mudança não é registrada no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal, o governo não consegue fazer acompanhamento da frequência escolar e não é possível saber se o estudante cumpre ou não a condicionalidade de educação”, explica o coordenador-geral de Acompanhamento de Condicionalidades do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Marcos Maia.

Manter os filhos matriculados e frequentando as aulas é um dos compromissos que os beneficiários assumem ao serem incluídos no Programa Bolsa Família. A frequência escolar mínima é de 85%, para estudantes de 6 a 15 anos, e de 75%, para adolescentes de 16 e 17 anos. Na área da saúde, é exigida a realização de consultas de pré-natal pelas gestantes e a vacinação das crianças de 0 a 6 anos.

Segundo Marcos Maia, é importante que o beneficiário, ao comunicar a mudança de escola do filho no Cras, solicite que a informação seja repassada também para a área de educação da prefeitura. No último bimestre letivo de 2013, 92,25% dos estudantes beneficiários do Bolsa Família tiveram sua frequência escolar registrada no sistema informatizado do Ministério da Educação (MEC). Isso representa 16,1 milhões de estudantes acompanhados, dos quais 96% (15,4 milhões) cumpriram a frequência escolar exigida pelo programa.

Leia mais: Acompanhamento familiar ajuda a superar vulnerabilidades

Central de Atendimento do MDS:

0800 707 2003

Informações para a imprensa:

Ascom/MDS

(61) 2030-1021

www.mds.gov.br/saladeimprensa



http://www.mds.gov.br/saladeimprensa/noticias/2014/janeiro/beneficiarios-do-bolsa-familia-devem-comunicar-mudanca-de-escola-dos-filhos

ACOMPANHEM A VIDA ESCOLAR DE SEUS FILHOS

Educação é coisa séria. Muito séria. Não sendo apenas responsabilidade do governo ou das escolas. A educação se inicia em casa, com a família, e se estende na escola. A escola se preocupa com a aprendizagem dos alunos, e a família deve acompanhar a vida escolar dos seus filhos.


Você já pensou no que você pode fazer para contribuir para uma melhor educação nas escolas? Bem, conhece a história sobre cada um cuidar do próprio jardim para que a vizinhança toda se mantenha florida? É isso aí… se cada um fizer a sua parte, acompanhar a vida escolar dos seus filhos, e das crianças de sua família e comunidade, garantimos uma educação melhor qualidade.


Esta nossa responsabilidade é tão importante, que o MEC desenvolveu uma Cartilha com dicas para que cada um de nós possamos cumpri-la. Leia e dissemine essa responsabilidade por aí!






Dica: http://www.blogconsultoria.natura.net/






Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito